>

RUA

Autor:

Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Todos devíamos ter uma rua,

Uma rua que fosse a nossa cara.

Onde pudéssemos andar, com a alma nua,

Sem que ninguém nos pudesse dizer: pára.


Um lugar de conforto e certezas,

Com bancos nas calçadas.

Onde fossem proibidas as surpresas,

Os malefícios e todas as fadas.


Onde pudéssemos ser quem somos,

Sem disfarces nem mentiras.

Onde o momo de todos os momos

Seria avesso a qualquer das iras.


Um lugar de tranquilidade e luz,

Onde a culpa fosse mero acidente.

Sem buracos, tropêços ou cruz

E, sobretudo, definitiva, permanente.

Voltar