>

POESIA

Autor:

Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Poesia é a arte

De dizer em palavras

O quê as palavras não dizem.


Palavras podem ser substantivos, adjetivos,

Advérbios, pronomes, conjunções, preposições...


Como transformar um sentimento, uma dor,

Um susto, uma surpresa, uma emoção

Em palavras?!


As palavras são servas da sintaxe, da prosódia, da ortografia, da gramática, enfim.


Sentimentos, emoções, sensações são prisioneiros apenas de si mesmos,

Se é que se pode aprisioná-los.


Ao poeta só e dado expor-se, desnudar-se

E nada mais.


De que lhe podem valer figuras de linguagem,

Se não nos mexe com a cabeça,

Se não nos toca ao coração?


A poesia vive do leitor mais, muito mais

Que do poeta.


O maior valor da poesia está, só e unicamente,

No coração e na cabêça de quem a lê,

De quem a sente, de quem lhe empresta vida.


Vida frágil, de tão pouca duração.

Num átimo, faz-se cinzas.


Mas não quaisquer cinzas.

Cinzas que podem renascer

À menor provocação.


Cinzas que renascem não por si mesmas,

Mas por força e graça de quem as visita.

Voltar