>

PIPAS

Autor:

Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Era uma vez um menino,

Que empinava pipas

De tanto olhar o céu,

Pensou falar com Deus.


Naquela imensidão,

Azul e fria,

Viu-se, e a todos,

Como se fossem um.


Porque quanto mais a pipa subia,

Mais e mais o menino percebia

Que não há nada no céu.


De trapos, ou de terno,

De cada um o inferno,

Somos nós.

Deus não existe,

Pra que mentir?


Estamos todos sós,

Como a pipa no céu.

A pipa subia,

Embalada pelo vento,

E ele chorava

A própria solidão.


Até que uma voz lhe disse:

Deus não está no céu,

Está no teu coração.


Era uma vez um menino

Que empinava sonhos.

Voltar