>

ORVALHO E SERENO

Autor:

Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D’Elia

Eu orvalho,

Você sereno.

Juntos, separados.

Se pouco valho,

Em dizer ameno,

Estamos empatados.


Eu trabalho,

Você flana.

Não está certo.

Afinal, já grisalho,

Sem grana

E a morte perto.


Eu espantalho,

Você borboleta

Não vale a pena,

A rematado paspalho,

Vivendo de gorgeta,

A recompensa pequena.


Eu atalho,

Você abismo.

Puro fel

Roto agasalho

E ainda cismo

Que você sabe a mel.

Voltar