>

FUGAS

Autor:

Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Tenho um pouco andado

Fugindo muito de mim.

Pode até ser pecado,

Mas não é de todo ruim.

Às vezes nada dá certo,

Até a alegria fica triste.

Melhor ninguém por perto,

Que nem o amor resiste.

Tenho um pouco andado

Fugindo muito de mim.

Revivendo o passado,

Aquele do limão com gim.

Há um enfado, um fastio,

Uma espécie de dor difusa,

Uma forma de arrepio

Um toque de Medusa.


Tenho um pouco andado

Fugindo muito de mim.

Me sentindo abandonado,

Numa estrada sem fim.


Refém do presente,

Com medo do futuro.

Nem tudo que se pensa, sente,

Mas todo túnel é escuro.


Tenho um pouco andado

Fugindo muito de mim.

Voltar