>

EMPRÉSTIMO

Autor:

Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Quero tomar emprestada,

Ainda que seja por pouco,

Outra vida, outra estrada.

Ando me sentindo ôco.


Nada do que faço

Tem dado certo.

Em qualquer compasso,

Acertar, nem perto.


Se o errar é humano,

Errar demais será o quê?

Até para safo veterano

É difícil não sair do bidê.


O engodo do sucesso

É que ele não é definitivo.

Como outros medem, não meço

Por sabê-lo não meu, nem exclusivo.


Nem sempre quem olha vê.

Nem sempre quem escuta entende.

Algumas reclamações não tem guichê,

Nem todo anão de jardim é duende.


No fundo estamos todos sós,

Porque cada um é um.

O certo é que não existe o nós,

Como não existe o nenhum.

Voltar