TRISTEZAS

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Minha tristeza,

Namorando a sua,

Vai, com certeza,

Acabar ficando nua.


Tanto te quero,

Mas não te ouço.

Aquele lero lero,

Cheirando a calabouço.


Tristezas somadas,

Alegria perdida.

São como espadas

De uma só ferida.


Corpos que se querem,

Almas que não se vêem.

Pessoas que se ferem,

Com vontade ou sem.


No entanto, meu amor,

Ficar triste a seu lado,

Sem tirar nem por,

É meu único pecado.

Voltar