SURFE

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Joguei fora o terno,

Voltei a ser surfista.

Chega de ser subalterno

Na avenida Paulista.


Mandei meu chefe passear,

Tirei a prancha do armário.

Vou pra praia, para o mar,

Cansei de ser otário.


Joguei fora o canudo,

Agora só penso em tubo.

Não vou ficar barrigudo

Nem parecendo um cubo.


Vou surfar no Havaí

E dançar o hula-hula.

O negócio, por aqui,

É pra camelo ou mula.


Joguei fora a aliança,

Estou solteiro de novo.

Fui, tô de mudança,

Pode avisar ao povo.


Vou surfar até morrer,

Abraçado num tubarão.

O sentir no lugar do ter,

Virou minha única profissão.

Voltar