SENTIR

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Fogo que queima,

Mas não arde.

Dor que teima

Até à tarde.


Cheiro que fica,

Gosto de mel.

Cócega que não pinica,

Sela de corcel.


Lembranças que não passam,

Saudade que não se esvai.

Crianças que se abraçam,

Chuva fina que cai.

Melodia que não cessa,

Fome que não se sacia.

Angústia sem pressa,

Desespero sem agonia.


Noites que se vão,

Sonhos que não vem.

Castigo sem perdão,

Perdão para ninguém.


Sensação indefinida,

Que não passa enquanto dura.

Consome e encanta a vida,

Teu nome é: paixão que perdura.

Voltar