PELEA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Chega de charla ruim,

Que não falo com gaudério.

Todo pingo gosta de capim,

Lugar de maleva é cemitério.


Não se faça de tramposo,

Que cá não há lasqueado.

Destino de taita belicoso

É terminar talhado.

Meu pai me disse, uma vez,

Quando ainda era piá:

Meu filho, a altivez,

Melhor qualidade não há.

Me vou à minha chinoca,

Que me trata como taco.

Não me empresta, vende ou troca,

Por inteiro, pedaço ou naco.


Vou provar a minha xepa,

Vou beber o meu mate.

Que gaucho de boa cepa

Nunca, jamais se abate.


Voltar