PALHAÇO CINZA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Dia destes encontrei

Um palhaço cinza.

Estava vestido de rei

E era um tanto ranzinza.


O sorriso, um esgar.

Os olhos, quase opacos.

Cansado de sonhar,

Locatário de buracos.


Mãos parecendo sobrar,

Movendo-se sem certezas.

Lábios sem querer falar,

Com medo das surpresas.


Roupas tão folgadas,

Gravata fora de moda.

Cavaleiro das cruzadas,

Que anda, mas não roda.


Foi um encontro casual.

Estávamos ambos de joelho.

Para o bem e para o mal,

Diante do mesmo espelho.

Voltar