JURA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Não jure amor,

Que amor não se jura.


Tua figura,

Só merece desdém.

Doença sem cura,

Valor de vintém.


Não jure amor,

Que amor não se jura.


Tuas pernas, montanhas

De cume tão frio.

Tantas barganhas,

Tão pouco brio.


Não jure amor,

Que amor não se jura.


Tua boca, agonia,

Com palavras tão doces.

Fora de sintonia,

Como se outra fosses.


Não jure amor,

Que amor não se jura.


Teus olhos azuis,

Tua pele de veludo.

Teus ais, teus uis,

Meu nada, meu tudo.


Não jure amor,

Que amor não se jura.


Teus sorrisos frescos,

Teus gestos dolentes

São quase grotescos

De tão indecentes.


Não jure amor,

Que amor não se jura.

Voltar