FRANCISCANA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Se antiguidade é posto,

Dúvida não pode haver:

Salve o XI de Agosto,

Até não mais poder.


Não se esquece jamais,

Onde se nasceu pra vida.

Quando todos são iguais

E a estrada é só de ida.


Quem passa sob as Arcadas,

De São Francisco tem passe.

Das gentes vence o impasse,

Menos das ali formadas.

De que vale o direito,

De que vale o saber,

Diante do mais-que-perfeito

Teu jeito nobre de ser?


Rosto que não esqueço,

Sublime modo de andar.

Meu Deus eu não mereço

Fiapo de teu olhar.


Somos todos irmãos

Nos ideais de Justiça.

Não lavamos as mãos

Nem fugimos à liça.

Voltar