FAVELA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Favela só é romântica

Em samba de Noel.

Tão distorcida semântica

Que chega a ser cruel.


Quem gosta de subir morro,

Com lata d’água na cabeça,

Disputando espaço com cachorro,

Esperando que o pior não aconteça?


Barraco com teto de zinco

É pior que forno de padaria,

Tenha ou não trinco,

Com ou sem energia.

Ninguém escolhe favela,

A não ser em samba canção.

Todo mundo tem medo que se pela

Do escuro, do bandido, da erosão.


Favelado só é gente

Em época de eleição.

Tem até cachorro-quente

E promessa de montão.


Um teto para morar,

Com dignidade e respeito.

É preciso acabar,

De vez, com esse malfeito.

Voltar