FANTASMAS

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Não vou dormir.

Não vou dormir nunca mais,

Juro que não vou dormir.


Alimentar, com meu sono,

As anêmonas azuis

Que vieram com o outono.


Os fantasmas, sem rosto,

Que me enxergam a alma.

Tão sincero o desgosto

Que nada me acalma.

Os gritos que não gritei,

Os prantos que não chorei.

As mãos que não estendí,

As tantas vêzes que traí.


Os sins que menti,

Os nãos que esqueci.


Os amores que jurei

E sei que não cumpri.


Não vou dormir.

Não vou dormir nunca mais,

Juro que não vou dormir.







Voltar