E SÓ

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Donni

O verso do avesso

É inútil, travesso

Falta-lhe bom endereço,

Ou no fim ou no começo.


Mais vale o apreço

Que não tem preço,

Do que o recomeço,

Sem adereço.


Amor bom é o espesso

E por isso sempre agradeço.

Mas não há arremesso

Sem risco de tropeço.


Não sei se mereço

Estátua de gesso.

De amor padeço,

Por amor pereço.

Voltar