COLÉGIO

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Estou morrendo de saudade,

Saudade do teu sorriso.

Tão pouca vaidade,

Tão cheia de siso.


Você abraçada aos cadernos,

Saia plissada azul-marinho.

Gestos tão ternos,

Blusa branca de linho.


O olhar tão meigo e doce,

Rabo-de-cavalo ao vento.

Tanto, mas tanto me trouxe,

Que esquecer nem tento.


Meia soquete, sapatos de boneca.

Os passos tão pequenos

A caminho da biblioteca.

Meu Deus, podia doer menos.

Voltar