COCO

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Você docinho de coco

Eu santo do pau oco


Quando você me olha devagar

Meu coração anda depressa.

Começo a sonhar

Muito, demais, à beça.


Teu sorriso suave,

Teus cabelos ao vento,

Tua voz quase grave

Me fazem pensar em casamento.

Teus lábios entreabertos,

Teu queixo de menina,

Teus seios cobertos

Tua cintura tão fina.

Teu andar em cadência,

Passinhos tão pequenos.

Ar de inocência,

Tantos venenos.


Você docinho de coco

Eu santo do pau oco


Devolva meu coração,

Devolva minha vida

E aí, só então,

Serei eu, minha querida.

Voltar