CHEIRO

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Já me esqueci de teu rosto,

Mas o teu cheiro continua em mim.

Parece taxa, feito imposto,

Que tem começo e nunca mais fim.


Está em meu travesseiro,

Invade o meu sono.

E é tão verdadeiro

Quanto teu abandono.


Está em todos os lugares,

Por onde você passou.

Está até nos bares

Onde nosso amor começou.


Está em minha pele, na minha alma.

Está dentro de mim.

Não me peça mais para ter calma,

Só volte para mim.

Voltar