CHEIRO AZUL

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Teu cheiro é azul, da cor do mar.

Meu norte, meu sul, meu verbo amar.


Nasci nos teus braços,

Onde quero morrer.

Onde descanso meus cansaços

Só em te ver.


Teus olhos são as luzes

Que me iluminam o caminho,

Por onde me conduzes

Sem pressa, tão devagarinho.


Teu cheiro é azul, da cor do mar.

Meu norte, meu sul, meu verbo amar.

Tua boca é um banquete,

Que desfruto com sofreguidão.

Deixo de ser ginete

Para render-me à escravidão.



Tua pele é minha cama

Onde me deito com prazer.

Bendita seja a chama

Que me fêz voltar a viver.



Teu cheiro é azul, da cor do mar.

Meu norte, meu sul, meu verbo amar.

Voltar