CAROLINA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Carolina, de olhar doce,

Tempestuoso, febril.

Melhor se não fôsse,

Ainda que sutil.


Carolina, de mãos frias,

Inquietas, inconstantes.

Única entre as Marias,

Tão depois que chega a ser antes.

Carolina, de lábios fortes,

Delicados, incisivos.

Muitas são as sortes

De que somos cativos.

Carolina, de andar gracioso,

Firme, decidido.

O gesto só é vaidoso

Quando é descabido.


Carolina, de corpo trigueiro,

Esbelto, sensual.

Não é importante ser o primeiro,

Desde que não seja casual.







Voltar