CANTINHO

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Meu fogão à lenha,

Minha cadeira de balanço.

De manhã a ordenha,

À noite o descanso.


O canto dos sabiás,

As mangas maduras.

O pefume dos maracujás,

O ninho das tanajuras.


A companhia do meu cachorro,

Meu cachaço intrometido.

O teto da sala sem forro,

O sofá todo puído.


Minhas galinhas, meu galo.

A chuva parecendo cortina.

Passeio com meu cavalo,

Nem cheiro de gasolina.


O abacateiro florido,

A charrete elegante.

O cheiro do cozido,

Os potes na estante.


A lua lambendo o pasto,

O sol brilhando no rio,

Dá mais que para o gasto,

Chega a dar calafrio.


Mas o melhor mesmo de tudo

É a minha Maria Rita,

Que me deixa sempre mudo

De tanto, tanto que é bonita.

Voltar