CANÇÃO TRISTE

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

É uma canção triste,

Mas ouça até o fim.

Pode parecer chiste,

Mas a vida é assim.


Meus exames dizem

Que estou com demência.

Mas não quero que se privem

De mim de minha ausência.


Esqueço de coisas banais,

Só o passado continua.

Ando ocultando meus ais.

Verdade crua e nua.


Como esconder de mim

Que estou morrendo em vida?

Por que tem que ser assim

Nessa estrada só de ida?


Não vou entregar os pontos,

Não vou desistir de mim.

Depois de tantos confrontos,

Jogar fora o meu butim.


Já sei, vou mudar de atitude:

Brincar de ser criança de uma vez.

Podem até levar minha saúde,

Mas vou viver como gente, não rês.


Vou ver o sol nascer

E namorar a lua se por.

Vou viver e merecer

Um fim cheio de amor.



Dê o play para ouvir o áudio

Voltar