AVEZINHA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Ah que vizinha... linda vizinha.

Bela vizinha, de olhar tão distante.

Parece sozinha, na casa adiante.

Com tão pouca roupa,

Nem ao frio poupa,

Mas causa calor escaldante.


E canta e anda,

Tal qual avezinha,

Na fresca varanda, da simples casinha.

Pudera prendê-la, ao som da viola,

No ninho sem grades

De uma gaiola.


Pintar bem a casa, enfeitar o jardim

Com rosa, violeta, margarida e jasmim.

Dizer, sem palavras, do sonho desperto:

Melhor viver junto do que morar perto.

Voltar