ARREPENDIMENTOS

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Alguns arrependimentos

O tempo não apaga.

Uns doidos, outros bentos

Formando a própria saga.


O de haver traído,

O de haver mentido.

O de haver amado,

O de haver caído.


O de não ser quem fui.

O de viver às avessas.

Esquecer que a vida flui,

Desdenhando das promessas.


O de dizer não,

Quando a resposta era sim.

O de ser vilão,

Para ninguém mais alem de mim.


Mas uma coisa é certa:

Só vive quem sofreu.

Pois a vida é incerta

E nunca se arrependeu.

Voltar