ANA CLAUDIA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Existem amores de momento,

E amores para toda vida.

Entre o maldito e o bento,

Sempre há uma saída.


Mulher ainda menina,

Olhos verdes de esperança.

Quase tão feminina

Que chega a ser criança.


Alma de atriz,

Sem saber fingir.

Foi por um triz

Que logrou fugir.


Moça séria, de família,

Ao mudar-se fez questão,

De trazer na mobília,

Seu doce coração.


Uma certa preguiça amena,

Amor grande pela Itália.

Uma pintura de morena,

Lembrando amarela dália.


Vou morrer a seu lado,

Porque viver, já vivo.

Nunca fiquei cansado,

Desse amor sou cativo.

Voltar