AMIGA

Autores:


Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Paulo D'Elia

Paulo D'Elia

Sabe, minha querida amiga,

Namorar é preciso.

Mas sem querer fazer intriga

Aqui vai um aviso.


O coração tem razões

Que a própria razão desconhece.

O amor tem muitas feições

E nunca se sabe o quê acontece.


O beijo de amor é terno,

As mãos ficam frias.

Aquela sensação de eterno

Como nas belas poesias.

O olhar é quente,

Quase absoluto.

Mostra o quê se sente,

A vida inteira num minuto.


Mas não se deixe enganar:

O amor não passa.

Não é um simples esgar,

Uma nuvem de fumaça.


Não confunda amor

Com a vontade de amar.

Caso contrário é com a dor

Que você vai se casar.

Voltar