ENGRAÇADO

Autor:

Intérprete:

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Júlio dos Santos Oliveira Jr.

Estou com vontade de escrever um poema engraçado,que faça as pessoas sorrirem.

Sorrirem, não rirem.

Se as pessoas rirem, o poema não será engraçado, será cômico.

E a comicidade é coisa de palhaços, não de poetas.

Os poetas insinuam, os palhaços explicitam.

Os poetas sugerem, os palhaços mostram.

Os poetas usam figuras de linguagem.

Os palhaços falam como as pessoas comuns.

Às vezes é difícil compreender o poeta.

O palhaço é óbvio, simples, direto.

Quer saber de uma coisa?

Vou escrever um poema cômico.

Voltar